Relatos de sonhos, um café coado, as reticências e os estardalhaços íntimos. Tanta coisa cabe em um diário. Nos diários de Kafka, há uma anotação célebre, no dia 2 de agosto de 1914: “Hoje a Alemanha declarou guerra à Rússia. De tarde fui nadar”. No diário escrito, cabe a natação, uma guerra, a Rússia. Do outro lado, na leitura, abraços de abismos, companhia para sobressaltos, brechas em uma perspectiva que de repente lembra que não é a única.

Um diário é um lugar para contar histórias – a sua história, a minha. A história mais íntima de cada pessoa. Um espaço para inventariar as miudezas do dia, um refúgio para a expressão mais autêntica.

O diário é também um registro histórico, que apoia a construção de um panorama coletivo do momento.

Ler o diário de alguém pode proporcionar tanta companhia. Surpresa, maravilhamento, aprendizado. Não raro, apreendemos nos diários lidos uma grande diversidade de modos de ser e viver. Ao mesmo tempo, deparamo-nos também com o fato de que temos tanto em comum.

Esta é uma página para a partilha de diários pessoais, escritos a partir de março de 2020.


Este projeto nasceu com uma vontade de ser de quem quisesse pensar junto e fazer parte dele. Começou com a Moema Vilela, que sonhou com um espaço na internet para reunir diários durante a pandemia – um lugar em que qualquer pessoa pudesse escrever e partilhar, no presente, as vivências íntimas neste momento de radical impacto e transformação nas nossas vidas. A Sheila Uberti, responsável técnica pelo site, chegou para sonhar junto, criar ferramentas, implementar. Para acompanhar as postagens e fazer curadoria junto com Moema somou-se a Julia Dantas, que começava também o seu blog Diário da Pandemia, para relatos de Porto Alegre. Depois disso, Maria Williane viu tudo isso no ar e enxergou que uma identidade visual seria bem-vinda – reinventou o sol e a lua e, com sua arte, fez a página mais brilhante. Nesta toada, em ritmo próprio, esperamos que “Os dias e as noites” continue se construindo em rede, em torno da potência do relato e da partilha.


Veja + sobre diários